Artigos definidos e indefinidos – Gramática On-line
Adjuntos e orações adverbiais
7 de dezembro de 2013
Próclise
13 de dezembro de 2013

Artigos definidos e indefinidos

É a palavra variável em gênero e número que precede um substantivo para determiná-lo de modo preciso (artigo definido) ou vago (artigo indefinido).

 

Os artigos classificam-se em:

 

Artigos Definidos: o, a, os, as.

 

Os artigos definidos determinam o substantivo de modo particular, indicando ser o substantivo já conhecido do leitor ou do ouvinte. A sua ausência generaliza o substantivo.

 

O técnico elogiou jogadores de vários times.

 

A anteposição do artigo o ao substantivo técnico particulariza-o; já é do conhecimento do leitor o técnico de que o texto trata. Já a ausência do artigo os diante do substantivo jogadores generaliza o substantivo, indeterminando-o.

 


Artigos Indefinidos: um, uma, uns, umas.

 

Os artigos indefinidos não determinam o substantivo de modo particular, e sim de forma genérica.

 

– O garoto pediu dinheiro. (Antecipadamente, sabe-se quem é o garoto.)
– Um garoto pediu dinheiro. (Refere-se a um garoto qualquer, de forma genérica.)

 


Emprego dos artigos

 


 

1) Ambos: Usa-se o artigo entre o numeral ambos e o elemento posterior, caso este exija o seu uso.

 

– Ambos os atletas foram declarados vencedores. (Atletas é substantivo que exige artigo.)
– Ambas as leis estão obsoletas. (Leis é substantivo que exige artigo.)
– Ambos vocês estão suspensos. (Vocês é pronome de tratamento, que não admite artigo.)

 

Observação: Segundo o dicionário Houaiss, podem-se usar as locuções ambos os dois, ambos de dois ou ambos e dois em construção pleonástica.

 


Todos: Usa-se o artigo entre o pronome indefinido todos e o elemento posterior, caso este exija o seu uso.

 

– Todos os atletas foram declarados vencedores.
– Todas as leis devem ser cumpridas.
– Todos vocês estão suspensos.

 

Se o elemento posterior for um numeral, haverá o artigo somente se o numeral for acompanhado de substantivo.

 

– Todos os dez alunos foram suspensos.
– Todos dez foram suspensos.

 


 

Todo: Diante do pronome indefinido todo, usa-se o artigo ao indicar totalidade, caso o termo posterior o exija. Não se usa o artigo ao indicar generalização. Se o termo posterior não exigir artigo, este não será utilizado, mesmo que haja indicação de totalidade.

 

– Todo o país participou da greve. (O país todo, inteiro.)
– Todo país sofre por algum motivo. (Qualquer país, todos os países.)

– Todo Portugal aprecia vinho.(O substantivo Portugal não admite artigo)

 


Cujo:

Usa-se artigo após o pronome relativo cujo. Ocorre, porém, contração entre o pronome cujo e o artigo:
cujo + o = cujo;
cujo + a = cuja;
cujo + os = cujos;
cujo + as = cujas.

 

– As mulheres, cujas bolsas desapareceram, ficaram revoltadas. (e não cujo as bolsas.)

 


Pronomes Possessivos:

Diante de pronomes possessivos adjetivos, o uso do artigo é facultativo. Se for pronome possessivo substantivo, o artigo será obrigatório.

 

Pronome adjetivo é o que acompanha substantivo. Ex.:

 

– Encontrei seuirmão hoje.
– Encontrei o seu irmão hoje.

Observe que o pronome seu acompanha o substantivo irmão, então classifica-se como pronome adjetivo.

Pronome substantivo é o que substitui substantivo.

 

– Não falei do irmão dele, e sim do seu.

Observe que o pronome possessivo seu não está acompanhado de substantivo, então se classifica como pronome substantivo.

 


 

Nomes de pessoas: Diante de nome de pessoas, usa-se artigo, para indicar afetividade ou familiaridade. No Brasil, porém, o que ocorre é que em alguns estados, como os do Nordeste, não se usa artigo diante de nomes de pessoas; em outros, como os do Sul e do Sudeste, usa-se.

 

– O Pedrinho mandou uma carta a Fernando Henrique Cardoso.

O nome próprio Pedrinho indica familiaridade. Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente do Brasil, não.

 


Casa:

Só se usa artigo diante da palavra casa (lar, moradia), se a palavra estiver especificada.

 

– Saí de casa há pouco.
– Saí da casa do Gilberto há pouco.

 


 

Terra: Se a palavra terra significar chão firme, só haverá artigo, quando estiver especificada. Se significar planeta, usa-se com artigo.

 

– Os marinheiros voltaram de terra, pois irão à terra do comandante.
– Os astronautas voltaram da Terra.

 


 

Topônimos (Nomes de lugar):
Nomes de cidades brasileiras: a maioria não têm artigo, porém “o Rio de Janeiro, o Recife, a Lapa“, entre outros, têm. Se o nome de cidade estiver especificado, usa-se o artigo.

 

– Estive em São Paulo, ou melhor, estive na São Paulo de Mário de Andrade.

 

Nomes de estados brasileiros:

Com artigo: o Rio Grande do Sul, o Paraná, o Rio de Janeiro, o Espírito Santo, o Ceará, o Rio Grande do Norte, o Piauí, o Pará, o Maranhão, o Amazonas, o Acre, o Amapá, a Bahia, a Paraíba,

Sem artigo: Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Goiás, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Rondônia, Roraima.

 

Nomes de países e continentes: alguns têm o uso do artigo facultativo. São eles:

 

– África ou a África,
– Ásia ou a Ásia,
– Europa ou a Europa,
– Espanha ou a Espanha,
– França ou a França,
– Holanda ou a Holanda,
– Inglaterra ou a Inglaterra.

 


Nomes de jornais, revistas…:

Pode-se, facultativamente, combinar com preposição o artigo que faz parte do nome de jornais, revistas, obras literárias, usando-se o apóstrofo.

 

Li a notícian’O Estado de São Paulo.
Li a notícia em O Estado de São Paulo.