Dílson Catarino – Página: 52 – Gramática On-line
1 de março de 2014

Pronomes demonstrativos

Pronomes demonstrativos são aqueles que situam os seres no tempo e no espaço, em relação às pessoas do discurso.
21 de fevereiro de 2014

Pronomes possessivos

São aqueles que indicam posse, em relação às três pessoas do discurso. São eles: meu(s), minha(s), teu(s), tua(s), seu(s), sua(s), nosso(s), nossa(s), vosso(s), vossa(s).
21 de fevereiro de 2014

Pronomes de tratamento

São pronomes empregados no trato com as pessoas, familiarmente ou respeitosamente. Embora o pronome de tratamento se dirija à segunda pessoa, toda a concordância deve ser feita com a terceira pessoa.
21 de fevereiro de 2014

O pronome relativo cujo.

Este pronome indica posse (algo de alguém). Na montagem do período, deve-se colocá-lo entre o possuidor e o possuído (alguém cujo algo).
21 de fevereiro de 2014

Os pronomes relativos qual, onde e quanto.

Regras sobre os usos dos pronomes relativos qual, onde e quanto.
21 de fevereiro de 2014

O pronome relativo quem.

O pronome relativo quem substitui um substantivo que representa uma pessoa, evitando sua repetição. Somente deve ser utilizado antecedido de preposição, inclusive quando funcionar como objeto direto, Nesse caso, haverá a anteposição obrigatória da prep. a, e o pronome passará a exercer a função sintática de objeto direto preposicionado.
21 de fevereiro de 2014

O pronome relativo que.

Este pronome deve ser utilizado com o intuito de substituir um substantivo (pessoa ou coisa), evitando sua repetição. Na montagem do período, deve-se colocá-lo imediatamente após o substantivo repetido, que passará a ser chamado de elemento antecedente.
21 de fevereiro de 2014

Pronomes relativos

Os pronomes relativos são aqueles que estabelecem uma relação de subordinação entre duas orações, iniciando uma oração subordinada adjetiva. Servem para evitar a repetição de um substantivo no período e a formação de frases muito curtas. Os pronomes relativos que, quem, qual, onde e quanto são pronomes relativos substantivos, ou seja, substituem um substantivo, evitando sua repetição no período. Os pronomes relativos onde e quem podem ser indefinidos, sem elemento antecedente. O pronome relativo cujo é pronome relativo adjetivo, ou seja, acompanha um substantivo. Serve para indicar posse.