Dílson Catarino – Página: 62 – Gramática On-line
26 de dezembro de 2013

Silepse de pessoa

Também chamada de concordância ideológica, a silepse de pessoa é a concordância, não com a palavra escrita, mas sim com o que ela significa. Por exemplo, nós somos brasileiros, portanto, ao utilizarmos a palavra brasileiros, poderemos concordar o verbo com a ideia que essa palavra nos evoca - nós - e dizer Os brasileiros torcemos pelo sucesso da Seleção.
21 de dezembro de 2013

Concordância com pronomes de tratamento

Os pronomes de tratamento são pronomes de terceira pessoa, portanto tudo que se referir a eles deverá ficar na terceira pessoa.
21 de dezembro de 2013

Porcentagem + substantivo

Quando o sujeito for formado por porcentagem e substantivo, o verbo poderá ficar no singular ou no plural.
21 de dezembro de 2013

Nenhum dos que

Quando o sujeito for iniciado pela expressão nenhum dos que, o primeiro verbo ficará no plural e o segundo, no singular.
21 de dezembro de 2013

Um dos que

Quando o sujeito for iniciado pela expressão um dos que, o verbo poderá ficar no singular ou no plural.
21 de dezembro de 2013

Concordância com pronomes relativos

Quando o pronome relativo que funcionar como sujeito, o verbo concordará com o elemento antecedente. Quando o pronome relativo que funcionar como sujeito e estiver antecedido de um pronome demonstrativo (o, a, os, as, aquele, aquela, estes...), o verbo concordará com o pronome demonstrativo. Quando o pronome relativo indefinido quem funcionar como sujeito, o verbo ficará na terceira pessoa do singular.
21 de dezembro de 2013

Qual de nós, quais de nós

Quando o sujeito contiver as expressões de nós, de vós ou de vocês, deve ser analisado o elemento que surgir antes dessas expressões.
21 de dezembro de 2013

Nome próprio no plural

Quando houver um nome próprio usado apenas no plural, deve-se analisar o elemento a que ele se refere: