Dílson Catarino – Página: 62 – Gramática On-line
21 de dezembro de 2013

Concordância com pronomes de tratamento

Os pronomes de tratamento são pronomes de terceira pessoa, portanto tudo que se referir a eles deverá ficar na terceira pessoa.
21 de dezembro de 2013

Porcentagem + substantivo

Quando o sujeito for formado por porcentagem e substantivo, o verbo poderá ficar no singular ou no plural.
21 de dezembro de 2013

Nenhum dos que

Quando o sujeito for iniciado pela expressão nenhum dos que, o primeiro verbo ficará no plural e o segundo, no singular.
21 de dezembro de 2013

Um dos que

Quando o sujeito for iniciado pela expressão um dos que, o verbo poderá ficar no singular ou no plural.
21 de dezembro de 2013

Concordância com pronomes relativos

Quando o pronome relativo que funcionar como sujeito, o verbo concordará com o elemento antecedente. Quando o pronome relativo que funcionar como sujeito e estiver antecedido de um pronome demonstrativo (o, a, os, as, aquele, aquela, estes...), o verbo concordará com o pronome demonstrativo. Quando o pronome relativo indefinido quem funcionar como sujeito, o verbo ficará na terceira pessoa do singular.
21 de dezembro de 2013

Qual de nós, quais de nós

Quando o sujeito contiver as expressões de nós, de vós ou de vocês, deve ser analisado o elemento que surgir antes dessas expressões.
21 de dezembro de 2013

Nome próprio no plural

Quando houver um nome próprio usado apenas no plural, deve-se analisar o elemento a que ele se refere:
21 de dezembro de 2013

Mais de, menos de, cerca de, perto de

Quando o sujeito for iniciado por mais de, menos de, cerca de, perto de, o verbo concordará com o numeral que vier imediatamente à frente. Há, porém, exceções. Veja-as.