Concordância nominal – Página: 2 – Gramática On-line
14 de março de 2014

É necessário perseverança ao governo.

Quando se usar o verbo ser, ou o verbo estar, com algum adjetivo, como necessário ou proibido, este (o adjetivo) só concordará em gênero (masculino, feminino) e número (singular, plural) com o substantivo, quando anteriormente a este (ao substantivo) houver algum elemento modificador (artigo, pronome...).
14 de março de 2014

As moças chegaram rápido à festa.

Adjetivo é a classe de palavras que modificam substantivos ou palavras substantivadas, como pronomes, atribuindo-lhes estado, qualidade ou modo de ser. Quando, por exemplo, se diz que o guepardo é o mamífero mais veloz do planeta, usa-se o adjetivo veloz para qualificar o substantivo mamífero, atribuindo-lhe uma qualidade.
13 de março de 2014

Obrigado, obrigada, obrigados, obrigadas

Obrigado, particípio do verbo obrigar, em agradecimentos é adjetivo, cujo significado é aquele que se sente devedor de um favor, de uma amabilidade; agradecido, grato.
21 de dezembro de 2013

Silepse ou concordância ideológica

Concordância irregular, também chamada concordância figurada; é a que se opera não com o termo expresso, mas com outro termo latente, isto é, oculto, mentalmente subentendido, ou seja, concorda-se, não com a palavra que esteja escrita, mas sim com o que ela significa.
21 de dezembro de 2013

Grama e possível

Quando a palavra grama representar unidade de massa, será sempre masculina: o grama. Em frases enfáticas, como o mais, o menos, o melhor, o pior, as mais, os menos, os piores, as melhores, a palavra possível concordará com o artigo, que pode concordar com o substantivo ou ficar invariável, masculino singular. O adjetivo concordará com o substantivo.
20 de dezembro de 2013

Muito, bastante e suficiente

Muito é pronome adjetivo ou advérbio. Bastante, pronome adjetivo, adjetivo, advérbio ou substantivo. Suficiente, adjetivo ou substantivo.
20 de dezembro de 2013

Menos e pseudo

São palavras invariáveis, ou seja, são inadequadas as palavras menas e pseuda.
20 de dezembro de 2013

É proibido / É proibida

Quando o sujeito for tomado em sua generalidade, sem qualquer determinante, o verbo ser - ou qualquer outro verbo de ligação - ficará no singular, e o predicativo do sujeito, no masculino, singular. Se o sujeito vier determinado, ou seja, acompanhado por artigo, adjetivo ou qualquer outra palavra que o modifique, a concordância do verbo e do predicativo será regular, ou seja, tanto o verbo quanto o predicativo concordarão com o determinante.