Adjunto adverbial – Gramática On-line

Tudo o que você precisa saber sobre
Gramática está aqui!

Aposto e Vocativo
20 de junho de 2018
Termos integrantes da oração
9 de agosto de 2018

Adjunto adverbial

É a função sintática da palavra ou da expressão que servem para modificar ou intensificar o sentido do verbo, do predicativo ou de outro adjunto adverbial, atribuindo-lhes uma circunstância.

 

Não se deve confundir adjunto adverbial com advérbio: advérbio é a classe gramatical; adjunto adverbial é a função sintática. Em outras palavras: advérbio é o nome da palavra; adjunto adverbial é a função que a palavra exerce na oração. Por exemplo:

 

– À noite, não sairei de casa.

 

Nessa frase há somente um advérbio – não: advérbio de negação. Há, porém, três adjuntos adverbiais – à noite (adjunto adverbial de tempo), não (adjunto adverbial de negação) e de casa (adjunto adverbial de lugar).

 



Classificação dos Adjuntos Adverbiais



 Adjunto Adverbial de Tempo:

 

– O avião chegará a qualquer momento.
– De vez em quando, Teté e eu vamos ao cinema.
– Ninguém confia nos políticos hoje em dia, no Brasil.

 

Observe que, quando o adjunto adverbial estiver no final da oração, não será separado por vírgula, a não ser que haja dois ou mais adjuntos adverbiais coordenados. Se o adjunto adverbial estiver no início da oração ou entre os elementos formadores da oração, poderá ser separado por vírgula ou não, ou seja, a vírgula é facultativa.

 



Adjunto Adverbial de Lugar:

 

– O policial observava o bandido a distância.
– O documento está em cima da escrivaninha.
– De vez em quando, vou ao cinema.

 

A locução adverbial a distância não recebe acento indicador de crase por ser genérica. Só o receberá se for específica, quando surgir a preposição de, formando a locução prepositiva à distância de.

 

– O policial observava o bandido à distância de cem metros.

 



 Adjunto Adverbial de Modo:

 

– Os namorados caminhavam lado a lado.
– Caminhei à toa pela cidade.
– O acontecimento espalhou-se boca a boca.

 



 Adjunto Adverbial de Negação:

 

– Não o procurarei mais.
– De modo algum você usará esse objeto.

 



Adjunto Adverbial de Afirmação:

 

– Decididamente estou disposto a ajudá-lo.
– Sem dúvida alguma iremos até aí amanhã.

 



 Adjunto Adverbial de Dúvida:

 

– Quem sabe, conseguiremos a vaga.
– Talvez encontremos a solução.

 



 Adjunto Adverbial de Intensidade:

 

– Ele bebeu em excesso.
– Ela estava meio nervosa.

 



 Adjunto Adverbial de Meio ou Instrumento: Indica o instrumento usado para que a ação seja praticada.

 

– Gosto de viajar de avião.
– Fiz o trabalho a máquina.
– Atacou os desordeiros a pedras.

 

Nas expressões adverbiais femininas de meio, muitas vezes ocorre o acento grave sem que haja a crase, isto é, a fusão de dois aa. Observe:

 

– Comprei o carro à vista. Se trocarmos por uma palavra masculina correspondente:Comprei o carro a prazo.


Evidência clara de que na expressão à vista não houve a fusão de dois aa, pois a haverá quando em um correspondente masculino surgir “ao”. Nesses casos, o uso do acento grave é justificado por alguns gramáticos por uma questão de tradição da língua, ou para tornar o contexto mais claro, evitando-se ambiguidades.

 

Não confunda adjunto adverbial de meio com adjunto adverbial de modo. Este indica a maneira como a ação é praticada; aquele, o instrumento usado para a ação ser praticada.

 

– Andei de bicicleta, vagarosamente. 

A locução de bicicleta é o meio; vagarosamente, o modo.

 



Adjunto Adverbial de Causa:

 

– Frank Zappa morreu em virtude de um câncer na próstata.
– O poço secou com o calor.

 



Adjunto Adverbial de Companhia:

 

– Passeei a tarde toda com Teté.
– Estudarei com você.

 



Adjunto Adverbial de Finalidade:

 

– Eles vieram aqui para um estudo aprofundado de Português.
– Convidei meus amigos para um passeio.

 



Adjunto Adverbial de Oposição:

 

– O Santos jogará com o Palmeiras.
– Ela agiu contra a família.

 



 Adjunto Adverbial de Argumento:

Ocorrerá o adjunto adverbial de argumento com as expressões chegar de e bastar de, no modo imperativo.

 

– Chega de brigas.
– Basta de incompetência.

 



 Adjunto Adverbial de Assunto

Ocorrerá o adjunto adverbial de assunto, quando houver verbo indicando comunicação (falar, conversar, discutir…) com a prep. de, a prep. sobre, a locução prepositiva acerca de, a loc. prep. a respeito de, etc.

 

– Conversamos sobre você ontem.
– Discutiremos acerca de seu problema.
– O palestrante falará a respeito dos problemas educacionais brasileiros.
 

 



Adjunto Adverbial de Preço:

 

– Esse relógio custa muito caro.
– Paguei R$600,00 ao dentista.

 

As palavras caro e barato só serão adjunto adverbial de preço, junto do verbo custar. Caso surjam com verbo de ligação, funcionarão como predicativo do sujeito, concordando com este elemento.

 

– As calças custaram caro. Adjunto adverbial de preço
– As calças estão caras. 
Predicativo do sujeito

 



Adjunto Adverbial de Matéria:

Ocorrerá adjunto adverbial de matéria com verbos que indiquem fabricação, feitio, construção modificados por uma matéria.

 

– Fiz de madeira a adega de casa.

 



Adjunto Adverbial de Acréscimo:

 

– Além da tristeza, sentia um profundo mal-estar.

 



Adjunto Adverbial de Concessão:

Ocorrerá adjunto adverbial de concessão na indicação de fatores contrários iniciados por apesar de, embora, em que pese, mesmo que, ainda que, posto que, se bem que

 

– Apesar de todos os acontecimentos, sou feliz.
– Em que pese sua má vontade, consegui meu intento.

 



Adjunto Adverbial de Condição:

 

– Sem disciplina, não há educação.

 



Adjunto Adverbial de Conformidade:

 

– Faça tudo conforme os regulamentos da empresa.

 



 Adjunto Adverbial de Substituição:

 

– Abandonou suas convicções por privilégios.