Paroxítonas – Gramática On-line

Tudo o que você precisa saber sobre
Gramática está aqui!

Usos de Ç, S ou Z
19 de novembro de 2018
Dígrafos
19 de novembro de 2018

Paroxítonas

São classificadas de paroxítonas as palavras que têm a maior inflexão de voz na penúltima sílaba.

1) Acentuam-se as paroxítonas terminadas em ã(s), ão(s), ei(s), i(s), om, u(s), um, uns, L, n, r, x, ps e ditongo crescente – ea(s), eo(s), ia(s), ie(s), io(s), ua(s), ue(s), uo(s):

– pônei, vôlei, jóquei,
– órgão, órfãos, sótão,
– ímã, órfãs,
– táxi, júris, biquíni
– ônus, bônus,

– iândom, álbum, factótum, médiuns,
– ágil, flexível, volátil,
– hífen, pólen, gérmen,
– fêmur, âmbar, revólver,
– tórax, xérox 
(também pode ser xerox), fênix,
– fórceps, bíceps, tríceps, quadríceps
– Mário, secretária.


Obs.: Algumas palavras que têm a vogal tônica e ou o em fim de sílaba, seguida de m ou de n, apresentam oscilação de timbre. Recomenda-se, porém, que, no Brasil, se mantenha a pronúncia cristalizada, que está em negrito:

– sêmen e sémen,
– xênon e xénon (gás que emite uma luminescência azul, usado em faróis de automóveis e motocicletas),
– fêmur 
e fémur,
– ônix e ónix,
– Fênix e Fénix,
– vômer e vómer (pequeno osso da parte inferior do nariz),
– pônei 
e pónei,
– pênis e pénis,
– tênis e ténis,
– bônus e bónus,
– ônus e ónus,
– tônus e tónus,
– Vênus e Vénus.


2) Acentuam-se as paroxítonas em que haja, antecedida de outra vogal e formando hiato com ela, a vogal i ou na penúltima sílaba, seguida ou não de s, mas não de outra consoante na mesma sílaba nem de NH na sílaba subsequente.

– saúde, caída, saída,
– saírem, balaústre.
– sairmos: 
sem acento porque há consoante na mesma sílaba que o i.
– rainha:
 sem acento porque há NH na sílaba subsequente ao i.
– saidinha: sem acento porque o hiato a-i não se encontra na sílaba tônica da palavra.

Diferentemente das oxítonas, não se acentuam as letras i e u precedidas de ditongo decrescente (ao, au, ei, ui…) quando estiverem na penúltima sílaba e esta for a tônica, exceto os casos em que a palavra se inclua em regra de acentuação tônica:

– feiura, bocaiuva, baiuca, taoismo, taoista, Maiume (nome próprio), feiinho (de feio).

– Maiúmi (também nome próprio) – é acentuado por ser paroxítona terminada em i.

3) Podem-se acentuar, facultativamente, as formas verbais paroxítonas da primeira pessoa do plural do pretérito perfeito do indicativo (Ontem, nós…) para distingui-la das correspondentes formas do presente do indicativo (Hoje, nós…). Recomenda-se, porém, que, no Brasil, se mantenha a ortografia cristalizada, sem o acento.

– Ontem nós falámos (ou falamos) com ele.
– Nós falamos com ele todos os dias.

4) Pode-se acentuar, facultativamente, a forma verbal paroxítona dêmos, primeira pessoa do plural do presente do subjuntivo para distingui-la da correspondente forma do pretérito perfeito do indicativo. Recomenda-se, porém, que, no Brasil, se mantenha a ortografia cristalizada, sem o acento.

– Espero que nos dêmos (ou demos) bem a partir de agora.
– Nós já demos o presente dele.

5) Pode-se acentuar, facultativamente, o substantivo fôrma, com o o fechado, para distingui-lo do substantivo ou da forma verbal forma, com o o aberto:

– A fôrma (ou forma) do bolo.
– Essa escola forma bons advogados.
– Ele está fora de forma.

6) Acentua-se a forma verbal pôde, terceira pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo para distingui-la da terceira pessoa do singular do presente do indicativo:

– Ontem ele não pôde sair de casa, mas hoje pode.

7) Não se acentuam os prefixos nem os falsos prefixos paroxítonos terminados em i ou rsemi, anti, arqui, super, hiper, inter.

8) Não se acentuam as paroxítonas homógrafas (mesma escrita) de palavras proclíticas (palavras átonas que, apoiando-se na palavra seguinte, com ela forma uma unidade acentual. No português, são proclíticos os artigos, as contrações, as preposições e as conjunções átonas).

Por isso não se acentuam as seguintes palavras:

a) para (verbo parar), homógrafa da preposição para.

– O Brasil para de exportar minério para a Europa.

b) eu pelo, tu pelas, ele pela (verbo pelar), homógrafas da contração da preposição antiga per com os artigos o, a, os, aspelo, pela, pelos, pelas.

– Eu pelo o pelo do porco pelo método mais fácil.

c) o pelo, os pelos (substantivos), homógrafas da contração da preposição antiga per com os artigos o, a, os, aspelo, pela, pelos, pelas.

– Eu pelo o pelo do porco pelo método mais fácil.

d) o polo, os polos (substantivos), homógrafas de polo, polos, antigas formas de pelo, pelos.

– Assisti a um jogo de polo incrível.
– Gosto de usar camisa polo.

e) a pera, as peras (substantivos), homógrafas da contração da preposição antiga per com lo, la, los, laspera, peras.

– A pera que comi não estava boa.
– Essas peras custam quanto?

f) tu coas, ele coa (verbo coar), homógrafas da contração da preposição com com os artigos o, a, os, as.

– O soldado coa o café coa própria meia.

9) Não se acentuam as paroxítonas terminadas em a, e, o, em, ens.

– casa, mesa, paranoica, ideia, parede,
– poste, pente, sapato, heroico,
– veneno, coo, doo, enjoo,
– item, itens, jovem, jovens,
– leem, veem, deem, creem.

10) Não se acentuam os ditongos tônicos abertos ei, oi quando estiverem na penúltima sílaba, exceto os casos em que a palavra se inclua em regra de acentuação tônica:

– ideia, plateia, heroico,
– paranoico, paranoia, assembleia.

– destróier e Méier são acentuadas por serem paroxítonas terminadas em r.


Proparoxítonas