Preposição – Gramática On-line

Tudo o que você precisa saber sobre
Gramática está aqui!

Predicação Verbal
20 de junho de 2018
Regência Nominal
14 de agosto de 2018

Preposição

Preposição é uma palavra invariável que liga dois termos da oração, subordinando-os.

Isso significa que a preposição é o termo que liga substantivo a substantivo, verbo a substantivo, substantivo a verbo, adjetivo a substantivo, advérbio a substantivo, substantivo a oração, verbo a oração, etc. Observe este exemplo:

 

– Os alunos do colégio assistiram ao filme de Walter Salles comovidos. 

 

Os termos da oração são os seguintes: Os alunos, o colégio, assistiram, o filme, Walter Salles e comovidos.

Os demais elementos são preposições.

Observe: de liga alunos a colégioa liga assistir a filmede liga filme a Walter Salles. São, portanto, preposições.

O termo que antecede a preposição é denominado de regente, e o termo que a sucede, regido. Em Os alunos do colégio, portanto, os alunos é o elemento regente, e o colégio, o elemento regido.


 

Tipos de preposição:


 

Essenciais:

As essenciais são as que surgiram como preposição, podendo até mudar de classe gramatical. São elas: por, para, perante, a, ante, até, após, de, desde, em, entre, com, contra, sem, sob, sobre, trás.

 


 

Acidentais:

As acidentais são palavras de outras classes gramaticais que eventualmente são empregadas como preposição. São, também, invariáveis: afora, fora, exceto, salvo, malgrado, durante, mediante, segundo, menos.

 


 

Locução Prepositiva:

São duas ou mais palavras, exercendo a função de uma preposição: acerca de, a fim de, apesar de, através de, de acordo com, em vez de, junto de, para com, à procura de, à busca de, à distância de, além de, antes de, depois de, à maneira de, junto de, junto a, a par de…

As locuções prepositivas têm sempre como último componente uma preposição.

 


 

Combinação:

Junção de algumas preposições com outras palavras, quando não há alteração fonética.

ao (a + o)

aonde (a + onde)

 


 

Contração:

Junção de algumas preposições com outras palavras, quando a preposição sofre redução.

do (de + o), dum (de + um)

neste (em + este), numa (em + uma)

à (a + a), a + aquele (àquele)

 

Obs: Não se deve contrair a preposição de com o artigo que inicia o sujeito de um verbo, nem com o pronome ele(s), ela(s), quando estes funcionarem como sujeito de um verbo. Por exemplo:

 

– Isso não depende de o professor querer.

O substantivo professor funciona como sujeito do verbo querer.

 

– Isso não depende de ele querer.

O pronome ele funciona como sujeito de querer.

 



Circunstâncias:

As preposições podem indicar diversas circunstâncias:

Lugar = Estivemos em São Paulo.

Origem = Essas maçãs vieram da Argentina.

Causa = Ele morreu por ter caído de um andaime.

Assunto = Conversamos bastante sobre você.

Meio = Passeei de bicicleta ontem.

Posse = Recebeu a herança do avô.

Matéria = Comprei roupas de lã.