Pronomes possessivos – Gramática On-line

Tudo o que você precisa saber sobre
Gramática está aqui!

Pronomes demonstrativos
19 de novembro de 2018
Pronomes de tratamento
19 de novembro de 2018

Pronomes possessivos

 São aqueles que indicam posse, em relação às três pessoas do discurso. São eles: meu(s), minha(s), teu(s), tua(s), seu(s), sua(s), nosso(s), nossa(s), vosso(s), vossa(s).



Empregos dos pronomes possessivos:



O emprego dos possessivos de terceira pessoa seu, sua, seus, suas pode dar duplo sentido à frase (ambiguidade). Para evitar isso, coloca-se dele, dela, deles, delas à frente do substantivo, ou troca-se o possessivo por esses elementos.

 

– Joaquim contou-me que Sandra desaparecera com seus documentos.

 

De quem eram os documentos? Não há como saber. Então a frase está ambígua. Para tirar a ambiguidade, coloca-se, após o substantivo, o elemento referente ao dono dos documentos:

– Se for Joaquim: Joaquim contou-me que Sandra desaparecera com seus documentos dele;

– Se for Sandra: Joaquim contou-me que Sandra desaparecera com seus documentos dela.

 

Pode-se, ainda, eliminar o pronome possessivo: Joaquim contou-me que Sandra desaparecera com os documentos dele (ou dela).



É facultativo o uso de artigo diante dos possessivos quando estes acompanharem um substantivo. Caso estejam desacompanhados de substantivo, o artigo será obrigatório.

 

– Trate bem seus amigos.

Trate bem os seus amigos.

 

O pronome possessivo acompanha o substantivo amigos.

– Não falei de (ou domeu irmão e sim do seu.

 

O pronome possessivo meu está acompanhado do substantivo irmão, por isso o artigo é facultativo. Já o pronome seu não está acompanhado de substantivo algum. O artigo é, portanto, obrigatório.



Não se devem usar pronomes possessivos diante de partes do próprio corpo.

 

– Amanhã, irei cortar os cabelos. (e não "os meus cabelos")

– Vou lavar as mãos. (e não "as minhas mãos")

Menino! Cuidado para não machucar os pés! (e não "os seus pés")



Não se devem usar pronomes possessivos diante da palavra casa, quando for a residência da pessoa que estiver falando.

 

– Acabei de chegar de casa.  (e não "de minha casa")
– Estou em casa, tranquilo. (e não "em minha casa")