Hífen em substantivos e adjetivos compostos – Gramática On-line

Tudo o que você precisa saber sobre
Gramática está aqui!

Ortografia: Verbos terminados em OER e UIR; OAR e UAR
19 de novembro de 2018
Silabação
20 de junho de 2018

Hífen em substantivos e adjetivos compostos

Emprega-se o hífen nas palavras compostas por justaposição cujos elementos constituem uma unidade sintagmática e semântica e mantêm acento próprio, podendo dar-se o caso de o primeiro elemento estar reduzido.

Constituir uma unidade sintagmática e semântica significa formar um só termo com um significado específico, ou seja, unir duas ou mais palavras para formar outra (substantivo composto ou adjetivo composto) com um significado específico.

Manter acento próprio significa que as palavras que formam a outra são existentes na Língua Portuguesa.

ano-luz, arco-íris, decreto-lei, médico-cirurgião, tio-avô, tenente-coronel, amor-perfeito, guarda-
-noturno, mato-grossense, norte-americano, porto-alegrense, sul-africano; afro-asiático,

azul-escuro, luso-brasileiro, primeiro-ministro,

primeiro-sargento, segunda-feira; conta-gotas,

guarda-chuva, ponto-final, dois-pontos.

 

Obs.: Certos compostos, em relação aos quais se perdeu, em certa medida, a noção de composição, aglutinam-se, ou seja, não se unem por meio do hífen:

girassol, madressilva, mandachuva, pontapé, audiovisual, paraquedas, paraquedista, paraquedismo;

 

Todos os substantivos compostos iniciados por “socio…”: sociocultural, sociolinguístico, socioeducacional, socioeconômico (ou socieconômico), etc. 

Todos os substantivos compostos iniciados por “video…”: videoaula, videoclipe, videoarte, videoclube, etc. 

Todos os substantivos compostos iniciados por “radio…”: radioamador, radiocomunicação, radiojornalismo, radiorreportagem, radiotáxi, etc.


Hífen em elementos repetidos