Após o desfile acontecerá o Baile Popular, durante o qual haverá a premiação dos blocos – Gramática On-line

Gramática e Produção de textos
descomplicadas!

Já requereu o passaporte?
20 de junho de 2018
Foi assistido é inadequado.
20 de junho de 2018

Após o desfile acontecerá o Baile Popular, durante o qual haverá a premiação dos blocos

            Na frase apresentada, já há as devidas correções para que o leitor não tenha, à primeira vista, a impressão errônea de que o inadequado possa ser o conveniente. O que li num site destinado a quem deseja conhecer novos lugares e se aventurar nas diversões oferecidas foi o seguinte:

 

– “Após o desfile acontece o Baile Popular, onde acontece a premiação dos blocos”.

 

As adequações foram efetivadas pelos seguintes motivos:

 

            O primeiro deslize do período está na repetição do verbo acontecer muito proximamente um do outro. Acontecer tem os seguintes significados, segundo o dicionário Aurélio:

 

1. “Suceder ou realizar-se inopinadamente (“inopinado” é o que não é esperado, imprevisto);

2. Passar a ser realidade; ocorrer, sobrevir”.

 

Em vez de repetir o verbo, o autor poderia ter escolhido um de seus significados:

 

– “… acontece o Baile Popular, em que se realiza a premiação…”;

– “… ocorre o Baile Popular, em que acontece a premiação…”.

 

Esses verbos – acontecer, suceder, ocorrer – podem também ser substituídos pelo verbo haver, que, nesses casos, passa a ser impessoal, ou seja, é um verbo que não tem sujeito. Como não tem sujeito, não tem com quem concordar, por isso fica na terceira pessoa do singular obrigatoriamente, mesmo quando se referir a um termo plural:

 

– “… haverá o Baile Popular, em que se realizará a premiação…”;

– “… ocorrerá o Baile Popular, em que haverá a premiação…”;

– “… haverá o Baile Popular, em que acontecerá a premiação…”;

– “… acontecerá o Baile Popular, em que haverá a premiação…”.

 

            O segundo problema se encontra no uso indevido dos verbos no tempo denominado de presente do indicativo, tempo que indica uma ação corriqueira, do dia a dia. Por exemplo:

 

– Todos os dias há um problema diferente para resolver.

– Todos os anos, após o desfile acontece o Baile Popular, em que há a premiação dos blocos.

 

O site, no entanto, registrava que o baile e a premiação ocorreriam neste ano, sem menção a tradição alguma.

           

O terceiro problema está no uso inadequado do pronome relativo onde, que só pode ser utilizado nas indicações de lugar, como nos seguintes exemplos:

 

– A festa ocorrerá no salão principal, onde haverá as premiações dos vencedores.

– O hotel, onde personalidades se hospedam com frequência, fica à beira-mar.

 

Em nenhuma outra circunstância onde poderá ser usado. Em seu lugar, o adequado é a utilização do pronome relativo que, que estabelece uma relação sintática entre o verbo posterior a ele (haver) e o substantivo anterior (Baile Popular):

 

– Haverá a premiação dos blocos no Baile Popular.

 

Como nessa relação sintática houve a presença da preposição em, ela tem de ser colocada antes do pronome relativo: em que.

         

O pronome relativo que pode ser substituído, em qualquer circunstância, por o qual, a qual, os quais, as quais, conforme o substantivo anterior a ele, que, na frase, é baile, masculino, singular. A frase, então, também poderia ser assim escrita:

 

– “… acontecerá o Baile Popular, no qual haverá a premiação…”.

 

            E, finalmente, a preposição em poderia, ainda, ser substituída por durante, afinal a premiação ocorrerá durante o baile.

Quando, antes do pronome relativo, houver uma preposição com duas ou mais sílabas, com exceção de para, não se deve usar que, e sim qual:

 

– “… acontecerá o Baile Popular, durante o qual haverá a premiação”.