Mussarela, muçarela ou mozarela? – Gramática On-line

Gramática e Produção de textos
descomplicadas!

Intertexto x paródia
3 de novembro de 2018
Textos, como os produzir.
6 de novembro de 2018

Mussarela, muçarela ou mozarela?

Esse vocábulo provém do italiano mozzarella, diminutivo de mozza, cujo significado é leite de búfala ou de vaca talhado com sp. de fungo chamado mozze.

 

Muito bem. Então, do italiano mozzarela, com dois zês, surgiu, no nosso idioma, a palavra mozarela, com um zê só, já que na nossa língua, não há a duplicação de consoantes, salvo raras exceções, como “rr, ss, cc”.

 

Há uma convenção ortográfica na Língua Portuguesa que transforma o z em c ou em ç: feliz – felicidade; capaz – capacidade. Da palavra mozarela surgiu a variante muçarela, com o cê cedilhado, em virtude dessa convenção.

 

Talvez, por a palavra italiana ter zz, nós, brasileiros, tenhamo-los simplesmente trocado inadvertidamente por ss. É, porém, inadequado ao padrão culto da língua escrever mussarela.

 

O adequado é – se quiser escrever de acordo com a norma culta, logicamente – escrever muçarela ou mozarela.

 

Ocorre, porém, que em 1997 o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e outros, no seu “Codex Alimentarius” resolveu por sua própria conta instituir a grafia “mussarela”, admitindo-se também a grafia “mozarela”, na Portaria 364/1997.

Incrível como o Governo julga poder modificar a grafia de uma palavra ao bel-prazer. Quer dizer então que, se alguém do Governo baixar uma norma instituindo a grafia “pítiça”, nós teremos de simplesmente aceitá-la?

 

Quem cuida da ortografia no Brasil é a Academia Brasileira de Letras, não ministérios alheios à cultura. Deixem a Gramática em paz!