Obrigadas pela gentileza. Ficamos lisonjeadas. – Gramática On-line

Gramática e Produção de textos
descomplicadas!

Usos dos pronomes demonstrativos
20 de junho de 2018
Filé a cavalo e frango a passarinho
20 de junho de 2018

Obrigadas pela gentileza. Ficamos lisonjeadas.

O vocábulo obrigado traz problemas a muitos brasileiros, principalmente nas frases devolutivas, ou seja, nas frases em que se responde ao “Muito obrigado” de alguém.

 

O significado de obrigado, segundo o dicionário Houaiss, é “que se sente devedor de um favor, de uma amabilidade; agradecido, grato”. O Aurélio traz somente os significados de “agradecido, grato, reconhecido”. O dicionário eletrônico Aulete diz que é o “que se sente na obrigação de retribuir um favor, uma gentileza”. E, finalmente, o dicionário português Priberam, “que se sente devedor por ter sido alvo de uma atenção ou de um favor, agradecido, grato”. Em todos os dicionários, a palavra é apresentada como adjetivo, menos no dicionário Michaelis, que o registra como particípio do verbo obrigar. O Michaelis o apresenta com os seguintes significados: agradecido, grato, reconhecido.

O ADJETIVO CONCORDA COM O SUBSTANTIVO.

Sabido o significado da palavra, partamos para o seu uso no dia a dia: Sabe-se que os adjetivos são palavras que modificam um substantivo, atribuindo-lhe qualidade, estado ou modo de ser, e que concordam com ele em gênero e número. Como obrigado é um adjetivo, deve, então, concordar com o elemento a que se refere em gênero e número, ou seja, deve ficar no masculino ou no feminino, no singular ou no plural, dependendo da pessoa que se sentir obrigada a retribuir um favor. Vejamos todas as possibilidades:

 

Obrigado se quem agradece for homem, uma vez que ele se sente obrigado a retribuir o favor, a amabilidade.

Obrigada se quem agradece for mulher, por se sentir obrigada a retribuir algo.

Obrigados se quem agradece for homem em nome de outras pessoas, ou mulher em nome de outras pessoas de ambos os sexos ou em nome de outros homens, já que eles se sentem obrigados a retribuir algo.

Obrigadas se quem agradece for mulher em nome de outras mulheres, visto que elas se sentem obrigadas a retribuir algo.

Leia estes exemplos, retirados dos dicionários:

HOUAISS:

 

– Ficamos-lhe obrigados por tantas gentilezas.

– A minha mulher vai bem. Obrigado.

– Que lindas flores! Obrigada, meu querido.

 

AURÉLIO:

 

– Fico-lhe muito obrigado pelo que me fez.

– Como vai? – Bem, obrigado.

– Muito obrigada, meu querido.

– Vamos bem, obrigados.

 


Em uma formatura, por exemplo, o aluno orador, ao agradecer aos professores e aos pais, deve dizer a seguinte frase:

Obrigados a vocês se os formandos não forem somente moças;

Obrigadas a vocês se os formandos forem somente moças.

 

Essas concordâncias, quase desconhecidas no Brasil, ocorrem, porque o estudante agradece em nome de todos os outros, ou seja, todos eles se sentem agradecidos, gratos, reconhecidos, obrigados. Já, se forem somente mulheres, elas se sentem agradecidas, gratas, reconhecidas, obrigadas.

 


E a resposta ao agradecimento? Explico-lhe:

Muitas vezes, o adjetivo terminado em –ado ou em –ido é o particípio de um verbo transformado em adjetivo. É o que acontece com obrigado: é o particípio do verbo obrigar transformado em adjetivo (o dicionário Michaelis, está certo também, então), portanto obrigado significa sentir-se obrigado a alguém POR algo. A resposta ao agradecimento, então, pode ser dada usando a seguinte frase: Por nada. No Brasil, porém, há o costume de retribuir o agradecimento com um Obrigado você, que é inadequado ao padrão culto da Língua. Segundo a norma padrão, o adequado, além de usar o “por nada”, é usar uma das seguintes frases:

 

Obrigado eu se quem responde ao agradecimento for homem;

Obrigada eu se quem responde ao agradecimento for mulher;

Obrigados nós se quem responde ao agradecimento for homem em nome de outras pessoas ou mulher em nome de outras pessoas de ambos os sexos ou em nome de outros homens;

Obrigadas nós se quem responde ao agradecimento for mulher em nome de outras mulheres;

 

Se não quiser usar expressão alguma das apresentadas, pode-se responder com a frase Eu que agradeço, ou Eu é que agradeço.