Quite, anexo e incluso – Gramática On-line

Gramática e Produção de textos
descomplicadas!

Vai haver a Copa.
20 de junho de 2018
Zero real
20 de junho de 2018

Quite, anexo e incluso

Quite é um adjetivo, cujo significado é livre de obrigação ou empatado, igualado. Pode estar no singular (quite) ou no plural (quites), dependendo do elemento a que se refere. Leia estes exemplos:

 

Já paguei todas as prestações, por isso estou quite com a loja.

– Já pagamos todas as prestações, por isso estamos quites com a loja.

Incluso é um adjetivo, cujo significado é o que se inclui, incluído, juntado a alguma outra coisa. Pode estar no singular ou no plural, no masculino ou no feminino, dependendo do elemento a que se refere (incluso, inclusa, inclusos, inclusas):

 

Estão inclusos o café da manhã e o almoço.

– O jantar não é incluso.

– A merenda dos alunos está inclusa nos gastos da escola?

 

Anexo é um adjetivo, cujo significado é o que se junta, incorpora, agrega, inclui. Pode estar no singular ou no plural, no masculino ou no feminino, dependendo do elemento a que se refere (anexo, anexa, anexos, anexas):

 

Anexas, seguem as fotocópias dos documentos solicitados.

– Anexo, enviei-lhe o documento que me pediu.

 

Observações sobre anexo:

 

Os livros de Gramática apresentam a concordância nominal do adjetivo anexo e nada ou pouco apresentam sobre o substantivo anexo.

 

Quando esse elemento for adjetivo, concordará com o substantivo a que se refere. Por exemplo:

 

As fotografias seguem anexas ao documento.

– Enviarei os comprovantes de depósito anexos ao processo.

 

Quando, porém, anexo for substantivo, será invariável e poderá ser usado com a preposição em. Isso ocorrerá quando houver um anexo (um pacote, um envelope, uma caixa, etc) e dentro dele estiver o objeto em questão. Por exemplo:

 

Suponhamos que eu lhe envie um pacote contendo alguns documentos; dentro desse pacote vai um envelope com alguns comprovantes de depósito. Muito bem. O que há, então? Há os comprovantes de depósito dentro do envelope, o qual anexei ao pacote. O envelope está anexo ao pacote, então. E os comprovantes estão dentro do anexo, estão no anexo, estão em anexo. Nesse caso, devo construir a frase assim:

 

Enviei os comprovantes de depósito em anexo.

O anexo é o envelope, e os comprovantes de depósito estão dentro dele.

Essa frase deixa claro que os comprovantes não foram soltos dentro do pacote, mas sim dentro do envelope anexo ao pacote.

 

Poderíamos construir a frase um pouco diferente:

 

Enviei-lhe um pacote com os documentos do processo. Há um envelope branco sem identificação, anexo ao pacote. Os comprovantes de depósito seguem no anexo.

O artigo o foi usado anteriormente ao substantivo (no anexo) agora, pois o texto foi construído de tal maneira que já se sabia da existência do envelope antes de escrever a palavra anexo, tendo de determiná-la pelo artigo.

 

E os arquivos que enviamos por e-mail? Aqueles que o destinatário tem de abrir para lê-los? Em relação a isso, ocorre o seguinte:

 

O anexo é o arquivo enviado. As informações contidas no arquivo estão em anexo ou no anexo. Veja uma frase que poderia constar do “corpo” do e-mail:

 

Envio-lhe anexos os arquivos com as informações das quais você necessita para dar início ao processo.

Ou poderíamos escrever o seguinte:

 

– Envio-lhe, nos anexos, as informações das quais você necessita para dar início ao processo.