Se eu previsse o futuro… – Gramática On-line

Gramática e Produção de textos
descomplicadas!

Hoje faz dois anos…
13 de novembro de 2018
Se os Estados Unidos intervierem…
13 de novembro de 2018

Se eu previsse o futuro…

Se eu previsse o futuro…, pois, quando se iniciar oração por se ou quando, na indicação de hipótese futura, o verbo estará no pretérito imperfeito do subjuntivo, e todos os verbos derivados de ver, nesse tempo, têm a estrutura …visse…, ou no futuro do subjuntivo, estruturado por …vir…, e não …ver… .

A maneira de se descobrir se um verbo é derivado de outro é conjugando-o, portanto um verbo será derivado de ver, quando for conjugado como ele. Por exemplo, a primeira pessoa do singular (eu) do presente do Indicativo (todos os dias) do verbo ver é vejo: todos os dias eu vejo, portanto serão derivados de ver todos os verbos que apresentarem essa terminação. Por exemplo:

Presente do indicativo:

Eu prevejo, eu revejo, eu antevejo.

Futuro do subjuntivo:

Se eu previr, se eu revir, se eu antevir.

Pretérito imperfeito do subjuntivo:

Se eu previsse, se eu revisse, se eu antevisse.

Outros exemplos:

Quando nós revirmos aqueles cidadãos, chamaremos a polícia.

Se ele antevisse o futuro, não teria cometido aquela loucura.