Maiúscula e minúscula – Gramática On-line
Apóstrofo
1 de março de 2014
Predicação Verbal
1 de março de 2014

Maiúscula e minúscula

Minúscula:

A letra minúscula inicial é usada:

01) Nos nomes dos dias, meses, estações do ano:

segunda-feira; outubro; primavera

02) Nos vocábulos

fulano, sicrano, beltrano.

03) Nos pontos cardeais (mas não nas suas abreviaturas):

norte

(N),

sul

(S),

leste

(L

ou

E),oeste

(O

ou

W).

04) Nas formas corteses de tratamento e títulos honoríficos:

O senhor doutor João Bento; O bacharel Cláudio Abujanra; O cardeal João de Arruda.
Maiúscula:

A letra maiúscula inicial é usada:

01) Nos nomes de pessoas, reais ou fictícios, ou de seres mitológicos:

Pedro Marques; Branca de Neve; D. Quixote; Netuno.

02) Nos nomes próprios de lugares, reais ou fictícios: Lisboa, Luanda, Maputo, Rio de Janeiro, Londrina; Atlântida.

03) Nos nomes que designam instituições: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

04) Nos nomes de festas e festividades:

Natal, Páscoa, Ramadão, Todos os Santos.

Obs.: O substantivo

carnaval

escreve-se com minúscula.

05) Nos títulos de jornais, revistas e publicações periódicas, que devem ser escritos em itálico: Folha de Londrina, O Estado de São Paulo, Gazeta do Povo, Zero Hora.

06) Nos pontos cardeais ou equivalentes, quando empregados absolutamente:

O Nordeste (por “nordeste do Brasil”) tem-se desenvolvido muito nos últimos anos.

07) Em siglas, símbolos ou abreviaturas internacionais ou nacionais, com maiúsculas iniciais ou mediais ou finais ou o todo em maiúsculas:

FAO, ONU; H2O, Sr., V. Exª.
Maiúscula ou minúscula, facultativamente:

Usa-se maiúscula ou minúscula, facultativamente:

01) Nos nomes de obras literárias:

O primeiro elemento deve ser escrito com inicial maiúscula; os demais vocábulos podem ser escritos com minúscula ou com maiúscula, facultativamente, salvo nos artigos, nas preposições e nas conjunções, que devem ser escritos com iniciais minúsculas, e nos nomes próprios nele contidos, que devem ser escritos com as iniciais maiúsculas, tudo em itálico, quando escrito em computador, ou entre aspas quando manuscrito:

Menino de engenho (ou

Menino de Engenho),

Memórias póstumas de Brás Cubas

(ou Memórias Póstumas de Brás Cubas)

02) Nas expressões de reverência e nos hagiônimos (palavras sagradas e nomes próprios referentes a crenças de qualquer religião):

A santa Gertrudes

(ou

A Santa Gertrudes)

03) Nos nomes que designam domínios do saber, cursos e disciplinas:

português

(ou Português),

matemática

(ou

Matemática);

línguas e literaturas modernas

(ou

Línguas e Literaturas Modernas.

04) Em início de versos e em nomes de logradouros públicos, de templos e de edifícios:

A rua Cassiano Ricardo

(ou

A Rua Cassiano Ricardo);

O largo do Carmo

(ou

O Largo do Carmo); A igreja da Glória

(ou

A Igreja da Glória);

O palácio da Alvorada

(ou

O Palácio da Alvorada); O edifício Independência

(ou o

Edifício Independência).