Proparoxítonas – Gramática On-line
Paroxítonas
16 de maio de 2014
éu, éi, ói
16 de maio de 2014

Proparoxítonas

São proparoxítonas as palavras que têm a maior inflexão de voz na antepenúltima sílaba.
Todas as proparoxítonas são acentuadas, inclusive as proparoxítonas aparentes*, salvo a expressão per capita e o substantivo performance, por não pertencerem à Língua Portuguesa.

 

– síndrome, ínterim, lêvedo,
– lâmpada, sândalo, cânhamo.

 

*Proparoxítonas aparentes: As palavras terminadas em ea, eo, ia, ie, io, ua, ue, uo com a sílaba anterior a essas terminações sendo a tônica tanto podem ser consideradas paroxítonas terminadas em ditongo crescente quanto proparoxítonas. São também chamadas de proparoxítonas aparentes:

 

– cór-nea ou cór-ne-a,
– pá-reo ou pá-re-o,
– tí-bia ou tí-bi-a,
– cá-rie ou cá-ri-e,
– sá-bio ou sá-bi-o,
– tá-bua ou tá-bu-a,
– tê-nue ou tê-nu-e,
– vá-cuo ou vá-cu-o

 

As vogais e ou o que estiverem em final de sílaba de palavras proparoxítonas – reais ou aparentes – e que forem seguidas de consoantes nasais (M ou N) podem receber tanto acento agudo quanto acento circunflexo. Recomenda-se, porém, que, no Brasil, se mantenha a pronúncia já cristalizada, que está em negrito.

 

– idôneo ou idóneo,
– gênero
ou género,
– Antônio ou António,
– anatômico ou anatómico,
– crônica ou crónica,
– gênio ou génio,
– gêmeos ou gémeos,
– fenômeno ou fenómeno.