Quando a expressão “à noite” recebe o acento indicador de crase? – Gramática On-line
Prof. Dílson Catarino com Lu Oliveira, no programa Vitrine Revista
8 de agosto de 2014
Não fui a festas ontem. Por que não há crase?
11 de agosto de 2014

Quando a expressão “à noite” recebe o acento indicador de crase?

 

Explique a diferença de utilização do fenômeno CRASE nas duas orações abaixo:

 

1- A noite está fria.

 

2- À noite, fazia frio.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A diferença é de sintaxe, ou seja, de função sintática. Observe a explicação:
Para se encontrar o sujeito de um verbo, faz-se a seguinte pergunta ao verbo:

 

 

– Que é que …..?

 

 

A resposta é o sujeito.

Analisemos as frases apresentadas:

 

1- A noite está fria.

 

 

Sujeito: Que é que está frio?
Resposta: A noite.
O sujeito não é precedido de preposição, portanto não pode haver o acento indicador de crase, que é a junção da preposição a com o artigo a ou as.

 

2- À noite, fazia frio.

 

 

O verbo fazer, na indicação de fenômeno da natureza e de tempo decorrido, é verbo impessoal, ou seja, não tem sujeito.
A expressão à noite indica tempo, exercendo, portanto, a função sintática de adjunto adverbial de tempo.
Todo adjunto adverbial de tempo, de modo e de lugar feminino recebe o acento indicador de crase.